29/08/2003

Silagem de bagaço de laranja e casca de mandioca

A alimentação exerce papel fundamental sobre a produção, melhoramento, saúde e rendimento econômico dos animais...

Marcelo Barsante Santos

A alimentação exerce papel fundamental sobre a produção, melhoramento, saúde e rendimento econômico dos animais. Sempre que possível, o criador manter uma variedade de leguminosas, visando diversificar a dieta. Para manter estoque de alimentos, a fenação e a silagem são as práticas mais utilizadas.

A casca de mandioca e o bagaço de laranja são excelentes para os animais.

Para o homem, a casca de mandioca e o bagaço da laranja são alimentos que não agregam nenhum valor nutricional à dieta. Para a nutrição dos caprinos e ovinos, estes subprodutos da indústria são de grande importância, pois são fontes de proteínas, fibras e são bem aceitos pelos animais, devido à boa palatabilidade e digestibilidade.

A silagem feita com bagaço de laranja e casca de mandioca pode ser feita num silo Sincho (aquele de forma arredondada). O molde deste silo é feito com placas de ferro, que são unidas por pinos (como uma fôrma de queijo).


Passos para a ensilagem - Os ingredientes seguem a seguinte proporção: 25% de casca de mandioca; 25% de bagaço de laranja (casca, polpa e semente); 50% de capim Napier picado.

Primeiro - Colocar os ingredientes em camadas, ora de mandioca, ora de laranja, ora de capim.

Segundo - Cada camada deve ser bem compactada. Isto pode ser feito por uma pessoa, pisando sempre do meio para as beiradas, em toda a área do silo.

Terceiro - Pode encher bastante o silo e continuar pisando, pois os alimentos vão se encaixando dentro da fôrma, cada vez mais.

Quarto - Quando o silo estiver todo preenchido, deve-se retirar a placa de metal.

Cinco - Cobrir a silagem com uma lona e amarrar com uma corda de sisal. Tomar cuidado para retirar todo o ar. Isso é muito importante.

Sexto - Cortar o excesso da lona e enterrar na valeta cavada em torno do sincho.

Sétimo - Esperar no mínimo 45 dias para utilizar a silagem. Durante este tempo, as bactérias transformarão o carboidrato da mistura em ácido láctico.


Análise bromatológica do bagaço de laranja "in natura"

Proteína Bruta 6%
Extrato Etéreo 2,06%
Fibra Bruta 9,42%
Matéria Mineral 3,52%
Matéria Seca 19,32%
Extrativo não nitrogenado 79%
NDT (Nutrientes Digestíveis Totais) 76%
Cálcio 0,61%
Fósforo 0,13%
FDN 13,98%
FDA 13,53%
Hemicelulose 0,45%


Melhorando a silagem - O pré-murchamento do capim é essencial para equilibrar o excesso de água na silagem.

Os aditivos fermentadores (bactérias lácticas) também podem ser utilizadas para melhorar a fermentação da silagem.

O ideal é que todos os ingredientes sejam triturados em partículas de 1 a 3 milímetros tendo em vista uma melhor compactação e homogeneização.

O fazendeiro terá que esperar 45 dias para abrir o silo. Se, no entanto, não tiver esse tempo, ele poderá apenas armazenar o bagaço de laranja em tambores bem limpos por aproximadamente sete dias. Neste caso não ocorrerá a fermentação butírica e o sumo perderá o efeito amargo, o qual limita a ingestão - e isto não é um bom negócio. Nesse caso, cada animal deverá receber menor quantidade dessa ração, pois ela estará bastante ácida.

Sem desperdício!

A casca da laranja também pode ser ensilada. As perdas totais durante o processo de ensilagem são crescentes em função do tempo de armazenamento, variando de 1,9% da massa total ensilada - após 28 dias do início do processo - até 4,9% aos 84 dias.

s diminuição de nutrientes no processo de ensilagem são inicialmente devidas à volatização dos gases. Dos 4,9% dos nutrientes perdidos aos 84 dias da data de ensilagem, cerca de 2,5% são devidos às perdas gasosas, enquanto 2,40% são perdidos através do efluente.

Apesar das perdas significativas de nutrientes no processo de ensilagem, isoladamente, a digestibilidade in vitro da matéria seca do material mantém-se acima de 72,7% - o que é muito bom! Estudos visando a diminuição das perdas durante a ensilagem encontram-se em andamento.


Nota - Pesquisa adicional: Na revista O Berro, edição de n.° 50, você encontra uma matéria especial sobre os silos e no site da ACCOBA.
Outras informações - Embrapa Tabuleiros Costeiros. Fone: (79) 226-1343
Revista O Berro Nº 57 - Marcelo Barsante Santos
Imprimir
Indicar para um Amigo
MERCADO
PARCEIROS:
Anuncios Gratis | Classificados Web - BuddyTrading

© 2001 - 2014 ACCOBA. Todos os direitos reservados.